quinta-feira, janeiro 17, 2008

Primeiro Ano



















"Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo."


Pablo Neruda

2 comentários:

Paulo Vilmar disse...

Carulina!
Imensas felicidades é o que meu coração de pai deseja! Só posso ficar feliz, ao ver seus olhos brilhando! Desejo o mesmo, a quem faz teus olhos brilharem ! Até porque virou um círculo vicioso, teus olhos brilham porque os dele também brilham! Amo o amor de vocês...
Beijos, nos dois...

Carolina dando seu pitaco disse...

Obrigada paizinho!! :D