segunda-feira, novembro 09, 2009

banho

há quem diga que eu penso de mais, outros que eu penso de menos.
para uns falo de mais, para mais tantos de menos.
na verdade as coisas da vida são meio reais e meio invenções.
palavras apenas significam um pequeno e minúsculo ponto num instante, e que jamais, mesmo com toda comunicação, poderemos expressar a nossa infinidade de percepções. Quando abro a boca para ti no instante seguinte já sou outra.
Viver na linha ténue do que sou eu e do que sou eu no mundo

2 comentários:

Anônimo disse...

Alguns dias vivo, outros tanto faz, a vida passa da mesma forma, fria, nua, dilacerando qualquer percepção ou forma do que algum dia fui. De qualquer forma, não importa. O que sou eu no mundo

Tempestade Interior disse...

Profundo e Perfeito.
Exatamente a expressão e exteriorização do que sinto: " e que jamais, mesmo com toda comunicação, poderemos expressar a nossa infinidade de percepções."

Adorei!
Um abraço