segunda-feira, agosto 09, 2010

agora adormeço
não mais desenho cores alegres
escolho o cinza, o preto e o vazio.
Preencho minhas cores e permaneço
observando vidas
vidas deslocadas
e com a cabeça cheia
procuro um ponto de equilíbrio
horas..dias...
se vão
e agora?
agora percebo que o
querer não é tão simples de tocar.

2 comentários:

deh ramos disse...

Lembrei, não sei porque, do filme nacional "Nome Próprio". Talvez por essa busca de entendimento, compreensão da vida. Não sei.

Gostei demais daqui.

Beijos.

Y. Hayala disse...

Belo blog , cheguei até ele pelo lastfm ! ^^ Adorei o texto ! Escreve muito bem !